Sie sind hier:

Culto Natalício de Meishu-Sama – Dezembro 2013

Culto do Natalício de Meishu-Sama
22 de dezembro de 2013
Solo Sagrado de Guarapiranga

Bom dia a todos!

Parabéns pelo Culto do Natalício de Meishu-Sama!

Inicialmente quero expressar minha profunda gratidão pelo empenho com que os senhores desenvolveram suas dedicações no ano de 2013. Muito obrigado!!

E também, para todos que estão nos assistindo ao vivo, via satélite, em todo Brasil, muito obrigado!

Hoje e amanhã, está sendo realizado no Solo Sagrado do Japão, o Culto do Natalício de Meishu-Sama onde tivemos a participação de 87 membros brasileiros que estão nos representando.

No decorrer deste ano, recebi inúmeras experiências de fé dos pioneiros da salvação.

Pessoas que, com grande amor e sinceridade, conseguiram se tornar o número um na felicidade de alguém.

Isso gerou o encaminhamento de mais de 15 mil novos membros e também o reencaminhamento de 10 mil membros que se encontravam distante das atividades missionárias.

São 25 mil novas santas colunas se empenhando no estabelecimento do Paraiso Terrestre.

Realizamos também, por todo o Brasil, diversas oficinas de horta caseira onde tivemos 30 mil participantes, entre membros e frequentadores.

Quanto à prática do belo no cotidiano também ouvimos muita experiências de pessoas que buscaram se tornar mais simpáticas, corteses e bondosas.

Com esse pequeno relatório, percebemos que temos muitos motivos para sermos verdadeiramente gratos a Meishu-Sama.

Todos nós temos gravado em nossos corações, o momento em que encontramos com Meishu-Sama: o primeiro milagre e o nascimento do desejo de se tornar útil a Deus, por meio da prática do Johrei e da salvação das pessoas.

A experiência de Fé da Dona Gizelda é um grande modelo da salvação que Meishu-Sama nos oferece por meio do milagre.

Ela se encontrava em sofrimento extremo, influenciando até mesmo a alegria e a felicidade de seus familiares.

Contudo, essa família já estava sendo preparada e purificada para o encontro com Meishu-Sama.

Porém, eles ainda permaneciam do lado daqueles que precisavam de ajuda.

Com o recebimento de 10 johrei por dia, Dona Gizelda se recuperou, criou forças e passou para o lado de quem consegue amar e cuidar de alguém. Parabéns Dona Gizelda!

O que Meishu-Sama espera de nós é que reconheçamos a afinidade que temos com ele e tomemos a decisão de nos tornar seus verdadeiros instrumentos.

No ensinamento de hoje, Meishu-Sama expressa claramente a sua grandiosa missão.

E podemos dizer que as atividades que estamos realizando são o caminho para a construção de um mundo de perfeita verdade, bem e belo.

Vejam só: dentro do grandioso Plano Divino, recebemos o Johrei como caminho de purificação do espírito por uma ação espiritual.

O Johrei é o grande presente de Deus para conduzir o homem a se tornar apto a viver no novo mundo que irá surgir.

A agricultura natural se desenvolve na forma de horta caseira, e está nos fazendo perceber o espírito, a energia vital, existente nos alimentos cultivados de forma natural, com sementes naturais e com amor.

Enobrecer o espírito e o caráter humano, tem sido a missão do belo, seja por meio das atitudes do cotidiano, como da apreciação das artes.

Realmente, a salvação de Meishu-Sama é completa e abrangente. Ele transforma totalmente o ser humano.

Meishu-Sama mudou a vida da Dona Gizelda, mudou a vida dos senhores… e mudou a minha vida também!

Muito obrigado, Meishu-Sama!

Assim, neste novo ano que se aproxima, vamos viver os Ensinamentos de Meishu-Sama e participar cada vez mais, da construção da nova civilização.

Muito obrigado e boas festas a todos!