Sie sind hier:

Experiência de Felippe Clemente – Frankfurt

Experiencia - Relatorio Out_Nov 2015 - FelippeMinha experiência com o Encontro de Jovens – Nov 2015

Desde julho de 2015, o ministro do Johrei Center Frankfurt me convidou para dedicar como responsável de jovens. Fiquei super feliz e emocionado com essa dedicação, mas o primeiro desafio que pensei foi: como desenvolver atividades com jovens que residem em outras cidades da Europa? Dediquei como responsável de jovens no Brasil, mas todos os jovens ligados ao Johrei Center que participava moravam na mesma cidade ou em cidades bem próximas. Aqui alguns jovens vivem até 600 quilômetros de distância. Foi quando fui até o Altar do Johrei Center e pedi para que Meishu-Sama me guiasse e me mostrasse como deveria agir. Após isso, veio a ideia de usar mais os meios de comunicação disponíveis (Webex, whatsapp, email, etc.) para nos auxiliar. Nesse período iniciamos a preparação do Evento de Jovens, que aconteceria em novembro de 2015. Como já nos reuníamos às quartas-feiras pelo Webex (sistema on-line de reuniões), começamos a utilizar esse espaço para conversarmos sobre a programação e atividades do encontro. Dessa forma, seguindo as orientações do Ministro, preparei diversas etapas do evento, de forma que toda semana podíamos desenvolver uma parte e apresentar o resultado para o grupo por meio do Webex. Por meio do whatsapp eu e os jovens fizemos a nova Prática do Sonnen durante 30 dias em sintonia, o que nos deu muita força e união para concretizarmos as atividades de novembro. Em outubro de 2015, o ministro me pediu para fazer com ele, todos os dias de manhã no Johrei Center, a prática do Sonnen e a oração Amatsu Norito, com objetivo de comunicar e convidar os antepassados de todos os membros e frequentadores ligados ao Johrei Center Frankfurt para o Culto Especial. Com essas dedicações, me senti muito mais próximos aos jovens e desenvolvi um forte sentimento de família dentro de mim, pois mesmo pela distância física, estávamos sempre em contato. Assim, as atividades foram sendo concluídas e, uma semana antes do evento, já tínhamos todo o material que iríamos precisar. Nessa semana comecei a ficar um pouco ansioso, mas era uma ansiedade boa, pois sabia que já estava tudo harmonicamente preparado. Nos dias 31.10 e 01.11 todas as atividades ocorreram em sintonia e perfeita harmonia. O sentimento de ansiedade logo passou a ser só de felicidade e emoção por estar presente ali, com todas as pessoas, tendo a permissão de dedicar para o nosso Mestre Meishu-Sama. No sábado pela manhã, apresentei minha Experiência de Difusão na Europa e fiquei muito contente por ter sido útil à Deus em um país o qual não conhecia a cultura e língua. Na parte da tarde, tive a oportunidade de participar da Caligrafia e da cerimônia do Chá, momento em que aprendi muito sobre a cultura oriental. Ao final das atividades, muitas pessoas elogiaram o trabalho dos jovens e ficaram muito satisfeitos com o evento e com o Culto dos Antepassados. No domingo saí do Johrei Center e voltei para minha casa com uma felicidade que não cabia dentro de mim. Ficava sorrindo toda hora (algumas pessoas na estação de metrô até me olhavam pensando que estava doido), sentindo meu coração leve e sereno. Tenho a certeza que esses sentimentos eram dos meus antepassados, que tiveram a oportunidade de dedicar comigo em todas essas atividades. Agradeço à Deus e ao Messias Meishu-Sama a todas as oportunidades que tive e tenho de poder ser útil à Sua Obra. Todos os dias, antes de sair de casa, faço minhas orações e comunico à Meishu-Sama: “Que todas as minhas atitudes de hoje seja para testemunho de Ti, nunca de mim. Um ser só Teu.” Isso é o que sinto quando vejo todas as atividades que realizei junto com os jovens da Europa: “foi tudo para testemunho de Ti, Meishu-Sama, pois tenha certeza, sou um ser só Teu”.

Muito Obrigado.